Programador tem mal súbito e bate carro contra trailer no Roberto Romano

Por Roberto 13/02/2018 - 09:42 hs

Programador tem mal súbito e bate carro contra trailer no Roberto Romano
Trailer ficou danificado com a colisão; duas pessoas sofreram queimaduras

Um motorista passou mal ao volante e acabou colidindo contra um trailer instalado na Rua Padre Victório Freguglia, 775, no Conjunto Habitacional Roberto Romano, em Santa Bárbara d'Oeste, na noite desta segunda-feira. Além dos danos materiais, duas pessoas ficaram feridas. É o que consta no boletim de ocorrência.


Por volta de 20h, o programador Douglas Henrique do Nascimento, de 19 anos, morador no Parque Olaria, dirigia o veículo Corsa Hatch Joy, ano 2006, cor prata, placas DTP 3620, de Santa Bárbara d'Oeste, quando sofreu um mal súbito, perdeu o controle e bateu contra o trailer, atingindo também o veículo do proprietário do comércio Anderson Zaramella Claus, de 30 anos, o Sandero, ano 2011, cor preta, placas DVL 6060, de Santa Bárbara d'Oeste, que estava estacionado na frente. 


Com o impacto, as atendentes do trailer Janaina de Fátima Barbosa Scarpelim, de 28 anos, e Grasiela Fernanda Barbosa Scarpelim, de 31 anos, sofreram queimaduras devido ao derramamento de óleo quente. As vítimas foram socorridas até o Pronto-Socorro Dr. Edison Mano onde ficaram sob cuidados médicos.


Os dados foram apresentados no plantão policial. Os dois veículos estavam com documentação regular e o Corsa sofreu danos de monta na parte dianteira. O Sandero sofreu danos de média monta na parte traseira e o trailer também ficou avariado com a batida.

 

VÍTIMA CONTESTA VERSÃO

 

A vítima Janaína contestou a versão oficial do boletim de ocorrência de que o autor teria sofrido mal súbito e provocado o acidente. Para ela, a causa não foi um mal estar do motorista.


"Estávamos trabalhando atendendo os clientes que estavam ali quando ele veio na direção da banca. Eu e minha irmã achamos que ele ia parar o carro, mais assim que se aproximou ele acelerou o carro, onde veio a colidir com o trailer,  tive queimaduras por todo o corpo e minha irmã um corte na cabeça. Tiraram a gente do trailer e começamos a discutir com ele. Saimos do trailer e ele saiu do carro. Se tivesse dado mal súbito, ele não estaria consciente para querer arrumar briga", relata a comerciante.

 

Ainda de acordo com ela, conforme informações passadas, o rapaz teria comprado lança perfume e estaria alucinado naquele momento. "Fui para o hospital e fui informada. Ele passou em uma banca ali próximo, comprou umas cinco paçoquinhas e uma água para tirar qualquer suspeita em cima dele", finalizou a vítima.